Quando o assunto é a gestão de um negócio, dois termos em específico fazem parte da rotina de qualquer departamento financeiro: custos e despesas. A verdade é que essas são algumas das variáveis que mais pesam no orçamento de um negócio e, por isso, precisam ser devidamente gerenciadas para que a saúde financeira da empresa se mantenha equilibrada.

Custos e despesas são duas nomenclaturaras bastante conhecidas e, para fazer uma gestão correta, é fundamental saber o que elas significam e quais os gastos de uma clínica, por exemplo, têm relação com cada uma. Ao contrário do que muitos pensam, elas não são equivalentes e, nesse texto, nós vamos mostrar para você quais são as principais diferenças. Continue!

Por que é importante compreender o que são custos e despesas em um empreendimento?

Não é possível realizar uma boa administração do negócio, separar os rendimentos e cobrir os gastos de maneira correta sem saber o que significam custos e despesas. Essas nomenclaturas são fundamentais para a gestão, já que estão ligadas diretamente às finanças. Além disso, entender o que é cada uma é um passo importante para definir metas mais coerentes e saber o quanto realmente de recursos há para investir no negócio.

Por exemplo, um bom conhecimento dos custos e despesas é o primeiro passo para analisar se os serviços de uma clínica são mesmo viáveis e como eles interferem nos gastos finais, assim como qual é o retorno que eles fornecem. Dito isso, vamos conhecer o que são custos e despesas. Acompanhe!

Qual é a principal diferença entre custos e despesas?

Os custos podem ser definidos como todos os gastos relacionados à produção da empresa, isto é, tudo aquilo que é desembolsado para adquirir bens e serviços a fim de que o empreendimento consiga funcionar. Sendo assim, podemos dizer que custos são: matéria-prima, energia elétrica, mercadorias, equipamentos etc.

Já a despesa está relacionada à manutenção ou melhoramento da produção, da oferta de serviços ou do setor comercial. Ou seja, tudo que tem ligação com a atividade-fim da empresa. No caso de uma clínica, podemos chamar de despesas os investimentos em estratégias de marketing, a folha de pagamento, o aprimoramento dos serviços, entre outros. Além disso, esses dois termos — custos e despesas — podem ser divididos em duas categorias: fixas e variáveis.

Custos e despesas fixas

São gastos que independem do quanto é produzido, ofertado ou vendido, ou seja, eles não variam de acordo com os serviços prestados pela clínica. Por causa disso, são cobrados todos os meses e não há relação com o desempenho econômico do empreendimento. A conta de água, por exemplo, é um custo fixo, e a mão de obra com as folhas de pagamento são uma despesa fixa.

Custos e despesas variáveis

No caso dos variáveis, eles sofrem influência do volume da produção, da oferta de serviço ou do que é vendido. Um bom exemplo é a matéria-prima para determinado produto. Se determinado serviço estiver com uma baixa procura, isso significa que não será necessário abastecer aquela área para ofertá-la em alta demanda. Por outro lado, uma campanha de marketing pode ser um bom exemplo de despesa variável.

Como realizar a gestão eficiente dos custos e despesas?

Nesse caso, especificamente, a organização e o monitoramento das entradas e saídas da empresa devem ter como foco o controle. Só assim é possível realizar uma gestão eficiente. Contudo, para isso, é preciso trabalhar com a ideia de periodicidade: realizar análises dos custos e despesas continuamente com objetivo de capturar dados e entender o comportamento financeiro do negócio. Nesse quesito, o fluxo de caixa pode auxiliar nesse processo, uma vez que possibilita o monitoramento mais assertivo das contas.

Com as informações sobre custos e despesas, você conseguiu entender as diferenças entre os termos e como é importante ter cada um deles determinados para a melhora do seu negócio? Esteja sempre preparado para analisar e lidar com os gastos de forma planejada e organizada, para que sua clínica prospere e traga ótimos resultados!

Quer continuar aprendendo sobre esse universo e ter mais dicas de gestão? Então, siga-nos no Facebook e LinkedIn!