gestão tributáriaA gestão tributária de um negócio precisa ser feita detalhadamente e com o máximo de atenção possível. Isso porque a falta de pagamento dos tributos pode ocasionar diversos prejuízos à empresa, como processos judiciais e, com isso, a penhora de bens e despesas com honorários advocatícios e custos do cartório. Sem contar nos juros e multas que serão acrescidos sobre o valor do débito.

Nesse sentido, manter a gestão tributária em ordem é fundamental para não ter problemas com o fisco e não colocar em risco o bom desenvolvimento do seu negócio. No entanto, o grande problema aqui é que alguns gestores ainda não entenderam o que é a gestão tributária e como fazê-la.

Se você faz parte desse grupo de pessoas, não se preocupe, pois neste artigo vamos tirar as suas principais dúvidas sobre o assunto. Confira!

O que é gestão tributária?

A gestão tributária diz respeito a todos os processos que objetivam controlar os aspectos tributários de um negócio. Isto é, esse setor é responsável por controlar todas as atividades ligadas à área de tributos, a fim de evitar contratempos que podem surgir por conta dos impostos. Além disso, a gestão tributária também ajuda a criar oportunidades para que a empresa tenha vantagens nesse campo.

Qual é a sua importância para a empresa?

A gestão tributária ajuda a empresa a diminuir os riscos que comprometem o seu bom desenvolvimento, tendo em vista que um simples erro pode acarretar grandes prejuízos para o negócio. No caso das clínicas médicas e de fisioterapia essa questão merece uma atenção especial, pois ela interfere diretamente na imagem do estabelecimento. Isso porque uma clínica ou consultório que cumprem com suas obrigações fiscais estão livres de ter o seu nome fixado em editais de leilão, por exemplo.

Além disso, com uma boa gestão tributária, você será capaz de identificar riscos, possíveis erros e, inclusive ações futuras que visam melhor a administração das finanças.

Como fazer uma gestão tributária eficiente?

A seguir, mostraremos a você os principais passos para fazer uma gestão tributária eficiente. Acompanhe!

Pratique a gestão e o planejamento tributário

Por meio do planejamento tributário, você conseguirá, dentro da lei, diminuir os valores dos impostos pagos às autarquias federais, estaduais e municipais. Nesse momento, é preciso analisar questões administrativas, econômicas e tributárias da empresa. Esse é um processo extremamente burocrático e, por isso, é de suma importância contar com o auxílio de um contador consultor para realizar todas as ações da maneira correta.

Utilize os benefícios fiscais

Pequenas e médias empresas que não são prestadoras de serviços e nem estão enquadradas no regime Simples Nacional podem fazer uso dos benefícios fiscais. Nesse momento, você consegue obter o estorno dos impostos pagos ao PIS e COFINS. Negócios que tributam Imposto de Renda por meio do lucro real também aumentam as suas chances de adquirir esse tipo de vantagem.

Faça o uso da tecnologia

Com o avanço da tecnologia, os softwares não só se fazem necessários para otimizar a rotina da gestão tributária, mas, também, para auxiliar no gerenciamento das informações, tendo em vista que as obrigações fiscais por meio da internet têm se tornado cada vez mais comuns. Por meio dessa tecnologia, você emite Nota Fiscal Eletrônica, Escrituração Contábil Digital, entre outras tarefas. Assim, é possível agilizar os processos, reduzir as chances de equívocos e emitir relatórios de maneira rápida e automática.

A gestão tributária é um setor muito importante dentro de uma empresa. Por essa razão, ela precisa ser organizada e eficiente para não gerar transtornos e prejuízos financeiros para o negócio.

Depois de tomar ciência da importância da gestão tributária dentro da sua empresa, que tal compartilhar esse conhecimento com seus amigos nas redes sociais?