Quero começar um e-commerce: plataforma própria ou marketplace?

Quero começar um e-commerce: plataforma própria ou marketplace?

Facebook
Twitter
LinkedIn

Seja abrindo um negócio inteiramente novo ou migrando para o mundo digital e não sabe bem por onde começar, este artigo é exatamente o que você estava procurando para dar o pontapé inicial e alavancar seu comércio online.

A partir do momento que você decide começar um e-commerce, inevitavelmente você irá se deparar com dúvidas como: qual tipo de plataforma devo investir para minha loja virtual? Não se preocupe que essa é uma dúvida muito comum pois existem diversas plataformas no mercado. Antes de começar, vamos definir o básico de cada modelo.

Plataforma própria: Sua loja independente onde os clientes compram diretamente a mercadoria de sua empresa.

Marketplace: Site terceirizado com grande taxa de tráfego e uma grande variedade de produtos e vendedores lado a lado comercializando.

Ambos possuem suas vantagens e desvantagens. Em sua plataforma própria, você possui um canal somente seu, mas precisará montar estratégias para estimular o tráfego da loja. No marketplace, você terá muitos visitantes mensais, entretanto, dividirá o canal com centenas de vendedores concorrentes. 

Embora ambas as opções sejam atrativas cada uma de sua maneira, é importante ponderar outras variáveis que podem afetar sua decisão também. 

Controle sobre o comércio digital

Se você deseja possuir total controle sobre o seu negócio digital, uma plataforma própria acabará  se sobressaindo comparado ao marketplace.

Operar sua própria plataforma significa ter autonomia e liberdade para decidir o visual, comunicação, funcionamento, valores e outros fatores que podem vir a ser decisivos na hora de trazer personalidade à sua marca. 

No marketplace, você fica sujeito à disponibilidade e algoritmo de vendas da plataforma, pois todas as mercadorias e marcas serão apresentadas de maneira padronizada e juntas. Isso beneficia o consumidor pois ele pode encontrar todos produtos complementares em um só lugar. 

Pensando em começar um e-commerce? Confira os erros que você não pode cometer!

Investimento Inicial

Aqui o atrativo acaba pertencendo ao marketplace onde o investimento se torna menor para o início da operação do que abrir um e-commerce próprio. 

Criar uma plataforma própria exige uma série de gastos severos em sua construção como na criação do site e design, mídia externa para gerar tráfego, integrar formas de pagamento confiável, entre outros. 

Alternativamente, o marketplace já oferece toda a infraestrutura digital necessária para iniciar seu negócio por valores de mensalidades bem acessíveis. 

Exposição de produto e marca

O marketplace se torna conveniente para para novos empreendedores por conta de sua estrutura já estabelecida no ramo como credibilidade, autoridade digital e tráfego constante.Isso economiza tempo quanto dinheiro e se torna mais tentador para o início imediato do negócio digital.

Por outro lado, a concorrência é o ponto negativo do marketplace. Dependendo do produto comercializado, você pode perder a disputa pelo item e não obter a visibilidade almejada.

Lucro e vendas

Embora criar uma plataforma própria possa custar tempo e dinheiro para encontrar um equilíbrio financeiro, no marketplace sua porcentagem de lucro sempre estará em desvantagem por questões de taxas que podem variar de 10% a 20% sobre cada venda. 

Por falar nisso, ter previsibilidade financeira é muito importante. Saiba como isso pode ajudar seu e-commerce!

Criar seu próprio e-commerce pode ser custoso inicialmente mas poderá trazer um retorno muito mais agradável uma vez que você terá controle até mesmo dos custos para manter a estratégia  de vendas ou tráfego. 

Plataforma própria ou marketplace: Qual devo escolher? 

Agora que esclarecemos alguns dos principais pontos de cada plataforma, resta a pergunta: Qual é a melhor? 

Bom, como você deve suspeitar, não existe uma resposta correta. Você é o único que pode decidir qual das plataformas é mais viável para seu negócio e se encaixa em seu orçamento e objetivos. 

Leia também: o que esperar do e-commerce em 2022

Entretanto, é importante destacar que a escolha de um, não necessariamente exclui a outra. Você pode trabalhar com as duas plataformas combinando as forças para obter um retorno muito mais interessante. 

Crescer Negócios Com Análise De Mercado - HT Contábil Inteligência Digital

Ficou alguma dúvida?

Nossos contadores podem te ajudar!

Gostou? Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn

Outros artigos que podem te interessar

Inscricao Newsletter - HT Contábil Inteligência Digital

NEWSLETTER

Um espaço de empreendedores e network. Toda segunda com exclusividade em seu e-mail. Participe também!

    “A única maneira de fazer um excelente
    trabalho, é amar o que você faz”

    - Steve Jobs