Entenda o que é o capital social de uma empresa

Entenda o que é o capital social de uma empresa

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
22 09 Capital Social 1 - HT Contábil Inteligência Digital

Afinal, o que é o capital social de uma empresa? Essa é uma das várias perguntas que um empreendedor iniciante pode fazer, e não à toa. Ao criar um empreendimento, o proprietário pode se surpreender com todos os detalhes burocráticos que são necessários para tornar esse sonho real.

Nesse contexto, algumas ferramentas são essenciais para que o negócio possa funcionar perfeitamente — e o capital social é uma delas. Por isso, neste texto nós vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre esse recurso. Continue lendo e confira!

O que é capital social e qual é sua importância para a gestão?

De forma geral, o capital social diz respeito ao valor utilizado para abrir a empresa. Trata-se de um montante determinado pelos membros da alta gestão do negócio para que o empreendimento entre em atividade enquanto ainda não gera lucro.

Isso é fundamental para a manutenção de todos os elementos necessários para a existência de uma empresa, o que inclui contratar serviços específicos, adquirir computadores, ter dinheiro para os pagamentos etc.

Se, ao abrir a empresa, essa quantia não estiver bem definida, a gestão terá problemas sérios para gerenciar seus recursos, comprar equipamentos e arcar com o contrato de funcionários. Também, não conseguirá fazer planejamentos de longo prazo, ou mesmo controlar a influência que cada sócio tem no negócio, entre outros processos estratégicos.

Como definir o valor do capital social de uma empresa?

Primeiramente, a empresa precisa ter um plano de negócios bem estabelecido. A gestão deve fazer estudos sobre o mercado em que o seu empreendimento atua, isto é, calcular previamente os custos com as operações, os valores dos salários, o quanto será necessário para o capital de giro — inclusive para mantê-la enquanto ainda não tem lucro. Após ter a resposta para todas essas questões, a administração pode estimar o quanto será preciso para manter o negócio.

O ideal, inicialmente, é estabelecer um valor mínimo, uma quantia que será responsável por sustentar os gastos iniciais. Dependendo do tipo de enquadro, há ainda alguns critérios em relação a esse valor, como:

  • Microempreendedor Individual (MEI) — nesse caso, não há a necessidade de declarar o capital social no início do negócio, já que o empreendedor não pode ter sócios;
  • EIRELI (Empresa individual de responsabilidade limitada) — aqui, sim, existe a obrigatoriedade de declarar o capital social. Ele deve ser até 100 vezes o valor do salário-mínimo atual.

Como formalizar o capital social no contrato social?

A quantia escolhida como capital social deve estar disponível, isto é, os proprietários devem, realmente, ter esse valor para usá-la quando for preciso. Além disso, cada sócio precisa registrar no contrato social o percentual concedido por ele.

Essa informação precisa estar bem clara no documento, mesmo que o investimento tenha sido feito em equipamentos, por exemplo. E, se ao longo dos meses houver um aumento desse capital, isso deve ser registrado novamente no contrato, formalizando-o na junta comercial.

Enfim, agora que você sabe o que é o capital social de uma empresa, fica claro por que ele é tão importante para o funcionamento de qualquer negócio, certo?

Se gostou desta leitura e quiser continuar aprofundando o seu conhecimento, aproveite para entender também as funções administrativas que fazem parte da rotina empresarial!

Outros artigos que podem te interessar

como-fazer-pesquisa-de-mercado

Como fazer pesquisa de mercado? 4 passos para realizar em seu negócio

O sucesso de um estabelecimento não se baseia estritamente nos recursos financeiros. Há diversas informações que precisam ser analisadas para garantir resultados positivos para o empreendimento e uma delas é conhecer o seu público. Nesse sentido, é imprescindível saber como fazer pesquisa de mercado. Esse estudo serve para embasar as decisões dos gestores. Conhecer as

19 10 - HT Contábil Inteligência Digital

Como um freelancer deve abrir sua empresa? Confira aqui o passo a passo

Para quem é freelancer, um dos processos que o diferencia do amadorismo é a profissionalização do seu status. Isso porque, por mais que exerça bem a sua profissão, sem estar devidamente formalizado ele perde uma série de benefícios e direitos relacionados ao seu trabalho. Muitos acabam não dando esse passo em suas carreiras por não

pós atendimento

5 dicas para melhorar o pós-atendimento da sua clínica

Em uma clínica médica, prestar um bom pós-atendimento é tão importante quanto conquistar novos clientes. Afinal, os cuidados com a saúde precisam ser constantes, o que possibilita ao gestor desenvolver diferentes estratégias para aumentar os índices de fidelização. Práticas assim também contribuem para aumentar a relação de confiança entre pacientes e profissionais — algo fundamental