5 de julho de 2019 Planejamento e Finanças 0

Entenda o que é DRE financeiro e como fazê-lo

O setor de contabilidade de uma empresa precisa lidar com diferentes tipos de relatórios e um dos mais importantes, talvez, seja o DRE financeiro. Esse documento é uma ferramenta essencial para qualquer companhia, justamente por conter informações cruciais sobre as finanças.

Para se ter uma ideia, é um documento que deve ser enviado para o Governo. Ele o utiliza para conferir algumas informações sobre o comportamento financeiro da empresa, principalmente relacionado ao pagamento dos impostos. Sendo assim, entender como funciona esse relatório é fundamental.

Portanto, neste texto, vamos apresentar algumas das principais informações sobre esse documento. Confira!

O que é DRE financeiro?

Também conhecido como Demonstração do Resultado de Exercício, o DRE é um relatório muito utilizado nos processos contábeis. Sua principal função é detalhar as operações financeiras de uma empresa, de maneira, que é possível saber se o negócio está lucrando ou não.

Outra informação importante sobre esse relatório é que ele é feito com o balanço patrimonial. Sua obrigatoriedade é regida por lei, de modo que deve ser feito todo ano independentemente do tamanho da companhia.

Qual é a importância para a contabilidade da empresa?

Ele é um relatório essencial para a gestão da empresa. Graças a ele, é possível conhecer melhor o negócio, sobretudo o aspecto financeiro. Como ele tem dados das receitas e despesas, fica muito mais fácil entender o que está acontecendo no setor financeiro.

Uma das funções cruciais para esse relatório é que ele é um documento que deve ser enviado ao Governo, para que verifique se não houve sonegação de impostos por parte da empresa, assim como para determinar, no caso do Lucro Real, quais serão os tributos descontados no lucro da companhia.

Também pode ser utilizado como prova para que as instituições de crédito avaliem se a empresa está apta a receber um empréstimo ou não.

Como estruturar um DRE de forma eficiente?

De acordo com a Lei 6.404/1976, artigo 187, e a modificação pela Lei 11.638/2007, ele deve ter:

  • os valores brutos das vendas e serviços, assim como os descontos e os abatimentos e tributos;
  • os valores líquidos das vendas e serviços, incluindo os custos para a fabricação dos produtos e serviços, além do lucro bruto;
  • os gastos com vendas, operações, administrativos e as deduções das receitas;
  • os ganhos ou prejuízos operacionais;
  • o resultado do exercício sem o IR e a provisão para esse tributo;
  • os valores de debêntures, funcionários, administradores, mesmo que utilizados como instrumentos financeiros;
  • as quantias relacionadas às instituições, fundos de assistência ou previdência dos colaboradores;
  • os ganhos ou perdas líquidas do exercício e a quantia por ação do capital social.

Com este artigo, você conheceu um pouco mais sobre o DRE, um relatório essencial para a contabilidade da empresa, além de ser uma ótima ferramenta para que a gestão conheça melhor o desempenho das finanças do negócio e a torne mais otimizada.

E aí? Gostou do nosso texto sobre DRE financeiro? Quer continuar aprendendo mais? Então, assine agora mesmo a nossa newsletter e fique por dentro de todas as nossas publicações!

QUER RECEBER MAIS NOVIDADES ?

Cadastre-se agora para receber nossa newsletter

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.



Sobre o autor

HT Contábil:


0 Comentários on "Entenda o que é DRE financeiro e como fazê-lo"


Você gostaria de compartilhar seus pensamentos?

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Deixe uma resposta

Top
WhatsApp Fale com a HT