Google ADS ou Facebook ADS – o que vale mais a pena para um e-commerce?

Google ADS ou Facebook ADS – o que vale mais a pena para um e-commerce?

Facebook
Twitter
LinkedIn

Qualquer pessoa que trabalha na internet e precisa fazer anúncios já se perguntou: Google ADS ou Facebook ADS? Qual opção traz mais retorno sobre o investimento?

Essa dúvida é bastante comum, e está tudo bem questionar o que é mais eficiente para o seu negócio digital. Felizmente, podemos ajudar, após algumas pesquisas e o acompanhamento de um estudo especializado, além da opinião de especialistas no assunto.

Vamos aprender?

GOOGLE ADS ou FACEBOOK ADS – qual a melhor opção?

A primeira coisa que você precisa saber é que o Google Ads tem como objetivo expor anúncios pagos na internet. Você pode criar, gerenciar e otimizar várias campanhas de links patrocinados ao mesmo tempo, além de pesquisar palavras-chave e alimentar, também, estratégias orgânicas.

Como ferramenta, o Google Ads é uma opção bem completa e seu principal uso é a criação de anúncios, assim como o nome sugere.

O Google Ads permite criar anúncios em:

  • Rede de Pesquisa: são os resultados de buscas no Google;
  • Rede de Display: sites parceiros do Google;
  • Google Shopping: é um comparador de preços de lojas virtuais;
  • Vídeo: no conteúdo audiovisual do Youtube;
  • Aplicativos: nos apps do sistema Android.

Como já falamos, o Google Ads permite pesquisar palavras-chave, e essas palavras são justamente a essência das estratégias de anúncios pagos. É através das palavras-chave que o Google entende que, se alguém pesquisa por um termo, está se referindo ao produto que você anunciou, pois as palavras são correspondentes.

Aproveite para ler: preocupado com a LGPD? Entenda como a lei afeta seu negócio digital

Porém, não basta apenas pagar. O Google Ads funciona como um leilão. O anunciante que paga mais sempre terá a preferência. Por isso, palavras-chave com alta concorrência podem demandar investimentos mais altos.

E o Facebook Ads, como funciona?

O Facebook Ads também tem como objetivo a criação de anúncios. Porém, ao invés de exibi-los em sites e outros ambientes, tudo é exclusivo para as redes sociais adjacentes ao Facebook. Por enquanto, isso se aplica ao Facebook em si e ao Instagram.

Todo anúncio que você cria em uma rede social pode aparecer na outra. Basta querer fazer isso e ativar a configuração no Gerenciador de Anúncios. E por falar nos Ads, há vários formatos de propaganda que podem ser exibidos pelo Facebook Ads, como:

  • Imagens: anúncios com fotos ou ilustrações da sua marca, produto, empresa, etc.;
  • Vídeo: conteúdo audiovisual;
  • Multimídia: combo de fotos, vídeos, áudios, textos, etc.;
  • Carrossel: até 10 imagens ou vídeos no mesmo anúncio, cada qual com link próprio;
  • Instantânea: anúncio abre em tela cheia depois de um clique;
  • Coleção: expõe vários produtos em forma de experiência instantânea.

Diferentemente do Google Ads, o Facebook Ads não usa palavras-chave para nortear que anúncio é exibido para quem. Para direcionar a peça ao público certo, as redes sociais analisam o comportamento do usuário e suas preferências de conteúdo, mostrando o que julga ser mais relevante de acordo com os hábitos de quem navega dentro do Facebook e do Instagram. Contudo, é necessário definir o público-alvo, a faixa etária e a região onde os consumidores em potencial se encontram.

Confira 4 dicas para melhorar os resultados para seu e-commerce

O que é melhor para o e-commerce? Google Ads ou Facebook Ads?

A resposta definitiva depende de testes. Não dá para dizer exatamente o que funciona para o seu negócio sem realizar testes preliminares. Do contrário, tudo será baseado em especulação.

Cada negócio digital possui suas próprias particularidades, e todo o histórico do empreendimento precisa ser analisado para determinar que campanha funciona melhor. Os produtos ofertados, a região atendida, o público consumidor, tudo isso influencia bastante.

Quer um exemplo? Um teste realizado e publicado no site da Forbes compara a efetividade da campanha no Google Ads e no Facebook Ads. Para isso, uma academia criou duas campanhas avaliadas ao longo de 30 dias.

Veja os resultados:

A campanha com Facebook Ads gerou:

  • 103 aquisições de assinaturas;
  • 150 mil impressões;
  • $11 de custo por conversão.

Em contrapartida, a campanha com Google Ads proporcionou:

  • 200 assinaturas;
  • $4 por conversão.

O Google Ads levou a melhor nessa campanha. Contudo, não dá para dizer que sempre será o caso. Novamente, palavras com alta competitividade podem sair bem caras, tornando a estratégia simplesmente inviável sem um grande orçamento.

Em paralelo, palavras mais baratas podem trazer resultados melhores, mas tudo depende da estratégia envolvida. Já nas redes sociais, isso é mais democrático e se baseia puramente nas preferências dos usuários. O problema é que nem todo mundo que está nas redes sociais tem interesse em adquirir um produto. Já quem pesquisa especificamente por isso no Google tem chances maiores de comprar.

Portanto, a resposta definitiva é: teste. A maneira mais eficiente de determinar o que vale mais a pena para seu e-commerce é testar!

Aproveite para ler: como preparar seu e-commerce para a black friday

Crescer Negócios Com Análise De Mercado - HT Contábil Inteligência Digital

Ficou alguma dúvida?

Nossos contadores podem te ajudar!

Gostou? Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn

Outros artigos que podem te interessar

Inscricao Newsletter - HT Contábil Inteligência Digital

NEWSLETTER

Um espaço de empreendedores e network. Toda segunda com exclusividade em seu e-mail. Participe também!

    “A única maneira de fazer um excelente
    trabalho, é amar o que você faz”

    - Steve Jobs