E-commerce sem plataforma – é possível vender assim?

E-commerce sem plataforma – é possível vender assim?

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Você quer começar um e-commerce sem plataforma de vendas, mas não sabe se é possível? Hoje é um excelente dia para começar!

Sim, é possível – com as redes sociais. Com o crescimento do e-commerce e as incríveis oportunidades de venda que a internet traz, é normal cada vez mais empreendedores tentarem entrar nesse mercado.

Normalmente, a primeira coisa que um empreendedor digital que deseja começar uma loja online pensa, é que terá que investir em uma plataforma de vendas ou iniciar os negócios em um marketplace consagrado… Mas, existem alternativas.

E-Commerce sem plataforma – como funciona?

Primeiramente, temos que deixar uma coisa clara: mesmo que você não tenha uma plataforma de vendas personalizada, ou não esteja em um marketplace, haverá algum tipo de ferramenta por trás de tudo. 

A questão é que essa ferramenta pode ser uma que você já tenha contato no dia a dia, mas que normalmente não consideraria como canal de vendas. Quer um exemplo? O seu WhatsApp.

As redes sociais estão apostando em espaços de compra e venda já há algum tempo, e é natural que você, que deseja começar um e-commerce sem plataforma, conheça essas funcionalidades e saiba fazer uso delas.

Como começar um e-commerce sem loja virtual?

Começar um e-commerce sem loja virtual não significa que você poderá pular todas as etapas de estudo e planejamento. Antes de escolher a rede social que irá utilizar para cadastrar seus produtos, é preciso entender onde seus consumidores estão.

Aproveite para ler: as melhores datas comemorativas para o e-commerce em 2022

Afinal, com ou sem uma plataforma de e-commerce, você precisa ser encontrado pelos seus clientes em potencial. Do contrário, qualquer produto cadastrado ou ação promocional será em vão, já que nada disso será visto por quem tem de encontrar você.

Portanto, comece estudando seu mercado e o público-alvo em questão. Essas pessoas tendem a usar mais o Instagram ou o Facebook? As redes sociais realmente são vantajosas para vender o produto que você deseja?

Quais redes sociais funcionam bem como um e-commerce?

Instagram

O Instagram é bastante popular como e-commerce porque apresenta um conjunto muito útil de ferramentas e funções. Quem deseja começar um e-commerce sem plataforma de vendas pode recorrer à rede social e criar posts clicáveis com preço de produtos. A compra é super prática e demanda pouquíssimos cliques para ser concretizada.

Além disso, a experiência audiovisual do Instagram permite que você compartilhe fotos e vídeos, aumentando a atratividade dos produtos, explorando cada detalhes e tirando dúvidas antes mesmo dos consumidores as apresentarem.

Legal, né? Também é super prático, do ponto de vista do usuário, tirar dúvidas em comentários e compartilhar feedbacks. Você ainda pode usar isso como conteúdo para o seu perfil e postar nos feeds e stories.

Facebook

O Facebook também é bastante útil para vender, já que conta com seu próprio Marketplace. Lá, os usuários pode buscar, comprar e vender itens. Quem comercializa produtos pode, inclusive, impulsionar os anúncios para aumentar o alcance e as vendas dos produtos. Se quiser, pode ter uma página corporativa para a sua “loja virtual” e interagir com o público por lá, transmitindo mais confiabilidade.

Entretanto, vale dizer que o Facebook é menos prático que o Instagram em vários sentidos.

WhatsApp Business

Quando o assunto é e-commerce sem plataforma de vendas, o Meta Technologies Inc. é referência. As redes sociais e o mensageiro do antigo Facebook Group oferecem várias funções para empreendedores digitais venderem seus produtos. O WhatsApp Business também recebeu essa atenção.

Através da versão business do WhatsApp, é possível criar catálogos, precificar produtos e até vender diretamente pela plataforma, recebendo dinheiro pelo próprio WhatsApp.

É uma ferramenta simples, mas eficiente. Contudo, pode não transmitir tanta segurança e confiabilidade ao consumidor.

Segurança em pagamentos no e-commerce sem plataforma de vendas

Essa é uma preocupação legítima. Felizmente, há empresas que desenvolvem soluções de pagamento seguras e práticas para as redes sociais, até mesmo o WhatsApp. Você pode encontrar dezenas de marcas e funções que propõem facilidades para quem deseja vender na internet, sem contar com uma plataforma de vendas mais robusta – e sem abrir mão da segurança.

Gostou das dicas? Saiba também como abrir um e-commerce de acessórios

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Outros artigos que podem te interessar

Inscricao Newsletter - HT Contábil Inteligência Digital

NEWSLETTER

Um espaço de empreendedores e network. Toda segunda com exclusividade em seu e-mail. Participe também!