“Crimes tributários”: Saiba como evitar!

“Crimes tributários”: Saiba como evitar!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Crimes Tributarios 2 - HT Contábil

A legislação da contabilidade é um assunto bastante complexo, por isso tudo deve ser bem pensado e planejado. Diante da carga de impostos que se depara ao abrir uma empresa, muitos empreendedores têm dificuldade em manter o seu negócio com o Fisco e ficar longe dos riscos dos “crimes tributários”.

Essa expressão pode assustar, mas a boa notícia é que crimes tributários em sua maioria podem ser facilmente evitados e situações como essa são mais comuns do que se imagina, podendo acontecer de forma não intencional também, e você verá isso no post de hoje.

Confira!

O que são “Crimes Tributários”?

Os “crimes tributários” são ações ilegais que têm como vítima a Ordem Tributária Nacional. A Lei 8.137/90 é a responsável por definir os crimes contra a ordem tributária, econômica e contra as relações de consumo.

No geral, um crime tributário é uma fraude no acerto de contas relacionadas aos tributos devidos ao Estado. Eles podem ser cometidos por pessoas físicas ou jurídicas, e funcionários públicos. A pena pode variar entre multas e a prisão dos responsáveis.

Abaixo, veja os principais crimes tributários e previna-se deles:

1 – Conluio

Diz respeito à união de duas ou mais pessoas, físicas ou jurídicas, para a prática de atos de fraude e sonegação para benefício próprio.

2 – Fraude

A fraude geralmente acontece de forma intencional e premeditada, com o objetivo de alterar a verdade a respeito de determinadas obrigações fiscais com a Receita Federal. Ela é feita para benefício da empresa em relação ao valor do tributo que deverá ser pago.

São exemplos de fraude:

  • Omissão de informações ou dada de informações falsas para autoridades;
  • Fraudar a fiscalização tributária, inserindo dados que não conferem ou omitindo operações;
  • Falsificação e alteração de Nota Fiscal, fatura ou duplicata;
  • Elaboração de documento falso.

3 – Sonegação

Acontece quando o contribuinte não declara totalmente os valores que geram a obrigação tributária para empresa ou indivíduo, assim tentando impedir que a autoridade fazendária tenha conhecimento dos fatos geradores de tributos ou condições que possam influenciar no valor recolhido. Como a não emissão de notas fiscais, por exemplo.

4 – Crimes tributários por funcionários públicos

São aqueles que geralmente os servidores públicos praticam, onde utilizam-se dos seus cargos para gerar um benefício irregular para si ou para outra pessoa ou empresa, prejudicando a administração pública.

A Lei 8.137/90

De acordo com a lei, todas as condutas ilícitas causam danos aos cofres públicos, por isso recebem punições que vão de multas à prisão dos criminosos. Essa lei define quais são os “Crimes contra a ordem tributária”, os dividindo entre crimes causados por particulares e crimes por funcionários públicos e fazendo parte do Direito Penal Econômico.

A ordem tributária diz respeito à relação entre o Poder Público e o contribuinte. Já a ordem econômica relaciona a circulação de capital e a regulação dos sujeitos econômicos.

Por fim…

E então? Você já conhecia algo sobre os “crimes tributários”? Nos diga nos comentários!

Se não sabia, fique atento para deixar o caminho da sua empresa livre para o sucesso!

Se você ficou com alguma dúvida, chame um dos consultores da HT Contábil!

Conosco você pode garantir um serviço completo e os seus honorários só serão cobrados 30 dias após a mudança de contabilidade ou abertura da empresa!

NOSSO INSTAGRAM: @HTCONTABIL

NOSSO LINKEDIN: Ht Contábil

Crescer Negócios Com Análise De Mercado - HT Contábil Inteligência Digital

Ficou alguma dúvida?

Nossos contadores podem te ajudar!

Gostou? Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn

Outros artigos que podem te interessar

Inscricao Newsletter - HT Contábil Inteligência Digital

NEWSLETTER

Um espaço de empreendedores e network. Toda segunda com exclusividade em seu e-mail. Participe também!

    “A única maneira de fazer um excelente
    trabalho, é amar o que você faz”

    - Steve Jobs