Como abrir uma franquia de cafeteria?

Como abrir uma franquia de cafeteria?

Facebook
Twitter
LinkedIn

O café é uma das bebidas mais amadas do Brasil, e de acordo com um levantamento feito pela Euromonitor, o país é o maior consumidor de café do mundo.

Acredita-se que, em média, os brasileiros bebam 826 xícaras de café por ano. Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), este setor já faturou R$43 bilhões apenas em 2021.

Atualmente, há 3,5 mil cafeterias no Brasil, e se bares, lanchonetes e padarias forem contabilizadas esse número pode chegar a 13 mil.

No artigo de hoje você vai saber como faturar muito bem nesse setor com uma franquia de cafeteria e todas as suas vantagens e desvantagens para sair na frente dos outros.

Mas antes da burocracia, vamos voltar um pouco no tempo e falar sobre a história dessa sementinha que no final se torna um líquido que fortalece as manhãs dos brasileiros.

A história do café

A origem exata do café é extremamente incerta, mas muitos estudiosos a remetem ao século IX, nas terras altas da Etiópia. Confira no infográfico abaixo!

A Historia Do Cafe - HT Contábil

O que é uma franquia?

No franchising, a franquia é uma estratégia utilizada com o propósito de ser um sistema de venda de licença. Nesse sistema o franqueador concede o uso da sua marca ao empreendedor, que deverá arcar com o pagamento de taxas e uma participação mensal do seu retorno financeiro com a marca, chamados de royalties.

Ao adquirir a franquia, o empreendedor também estará fazendo uma transferência de know-how. Ou seja, diz respeito a um CTRL+C e CTRL+V do modelo de negócio, onde a operação, gestão e divulgação da empresa é copiado e transferido para uma loja “gêmea” em um lugar diferente.

Como abrir uma franquia de cafeterias?

Antes de fechar negócio com uma marca franqueadora, é preciso fazer um estudo aprofundado da situação atual do mercado, mas além disso é importante seguir alguns passos.

São eles:

1. Avalie o seu perfil empreendedor:

Isto é, avaliar as opções disponíveis no mercado, segmentos e características para em seguida compará-los com os seus objetivos.

Também analise a sua disposição pensando em tópicos como: você pretende trabalhar aos finais de semana? Possui experiência com gestão de negócios? Ou prefere um trabalho mais ativo no negócio ou apenas gerenciar?

Isto deve ser levado em consideração para que seja possível o investimento com uma franquia que esteja em alinhamento com as suas preferências.

2. Analise a experiência do franqueador:

É importante saber se o franqueador já passou pelo processo de unidade-piloto e se a padronização e a qualidade estão consolidadas na rede de franquias.

Se o seu negócio for fazer o papel de ser a primeira franquia de uma rede, provavelmente haverão algumas dificuldades, pois a rede ainda estará se estabelecendo no mercado de franchising.

3. Verifique a sua capacidade de investimento, saúde financeira da franquia e às suas obrigações:

Fique atento ao verificar o investimento disponível, pois além desses valores você precisará de uma folga financeira para os primeiros meses de operação.

Todo franqueador precisa cumprir as suas exigências legais e obrigações estabelecidas pela franqueadora. Contudo, também é determinado pela legislação que a franqueadora entregue os balanços juntamente com a Circular de Oferta de Franquia (COF).

Dessa forma, o investidor interessado saberá se a rede de franquia atenderá às suas expectativas de lucratividade.

4. Avalie os modelos de negócio:

Pense em qual modelo de franquia você deseja seguir variando entre lojas, quiosques, e modelos atuais como home based com franquias online. 

Lembre-se que o modelo está diretamente ligado ao segmento.

5. Contate uma franqueadora:

Após todas as análises feitas, entre em contato com a franqueadora de sua escolha e confiança por meio do seu site ou um portal de franquias. 

Ao iniciar a negociação, será feito um processo de seleção que avaliará o seu perfil pela franqueadora e a elaboração da COF. Este segundo documento será responsável por especificar todas as responsabilidades do franqueado e deveres da franqueadora.

Por fim, só basta a assinatura do contrato e o negócio estará fechado.

6. Escolha bem o ponto comercial:

Dependendo do modelo escolhido para a sua empresa, este tópico deve  ser bem pensado. Se você optar por um modelo home based, por exemplo, esta etapa pode ser ignorada, afinal o negócio terá seu ponto comercial online.

Porém, na escolha de uma loja física uma boa forma de escolher o local é fazendo uma pesquisa de geomarketing. A escolha é feita junto com a franqueadora, que auxilia e orienta o novo franqueado.

Enfim, são realizados treinamentos e a transmissão do know-how até que o franqueado se adapte a padronização do negócio e só após esse processo a unidade estará em operação.

E a regularização?

Para que seja possível a regularização da sua franquia, você mesmo deve arcar com os custos da contabilidade com o CNPJ, inscrição municipal e as demais licenças necessárias.

Inclusive a escolha do regime tributário também fica a critério do empreendedor, dependendo do seu faturamento. Mas geralmente ao investir em uma franquia, a própria franqueadora já direciona o seu negócio ao regime tributário mais promissor.

Quais são as vantagens em ter uma franquia de cafeteria?

  • O investimento pode ser menor a curto prazo, ou seja, você não gastará tanto dinheiro e tempo já que as franquias já possuem um plano de desenvolvimento por trás do conceito vendido, com estudo do local, fornecedores, suporte tudo a respeito da montagem do negócio.

O tempo gasto com a arquitetura e projeto operacional também pode ser poupado, pois tudo isso estará nas mãos das franquias de cafeterias.

Por isso, pode ser que o investimento nesse primeiro momento te faça economizar a curto prazo.

  • Você não terá preocupação com o fornecimento de insumos, afinal, já teve alguém que pensou em tudo por você. Então você não gastará tempo pensando nos melhores fornecedores para abastecer o seu negócio.
  • Marketing incluso, pois esta é uma das ferramentas mais importantes de um empreendimento. Traz vida a ele e é essencial para o seu avanço e  alavancagem de vendas.

No sistema de franquias, esse é um ponto já pensado por pessoas que criaram estratégias certeiras.

E as desvantagens em ter uma franquia de cafeteria?

  • Limitação criativa, pois tudo já foi decidido pela franqueadora. Portanto, você não poderá opinar em nada e nem mesmo trabalhar com outras marcas de equipamentos, por mais que você não goste da qualidade desses aparelhos já fornecidos.

Trabalhar com franquia pode te limitar muito nessas questões, então pense bem.

  • Os dois ganham ou apenas um perde, em outras palavras, se a franquia der errado a culpa cai sobre você, mas se der certo o sucesso é seu e do franqueador que recebe pelos royalties, como já citado anteriormente.

Porém, se você obter um leve prejuízo, os royalties serão calculados em cima do valor bruto desse faturamento que será dividido, correndo o risco do prejuízo ser em dobro.

  • Geralmente haverá uma taxa inicial para começar o desenvolvimento do seu negócio, e para isso você pagará em média 25 a 45 mil para que o franqueador mostre quem são os fornecedores, como funcionam e etc. Mas lembrando, este valor não será o valor da compra da franquia.

Portanto, essa taxa é paga apenas para segurança desse sistema e caso você tenha interesse nela, deverá fechar o quanto antes.

  • Saiba dominar a gestão, pois mesmo que você poupe muito tempo com a montagem da franquia, não seria bom se desocupar de tudo e esperar até que o dinheiro caia na sua conta.

Para ter sucesso na sua franquia de cafeteria, saiba investir na gestão como se fosse apenas sua.

Por fim…

E aí? Você tem tudo o que precisa para ter êxito na sua franquia? Siga todas as nossas dicas e conquiste o seu lugar nos 34% que fazem parte do modelo de franquias de cafeterias, segundo o SEBRAE.

Se você ficou com alguma dúvida, chame um dos consultores da HT Contábil!

Só na HT você garante o auxílio no processo e os seus honorários em 30 dias após a emissão do CNPJ!

NOSSO INSTAGRAM: @HTCONTABIL

Crescer Negócios Com Análise De Mercado - HT Contábil Inteligência Digital

Ficou alguma dúvida?

Nossos contadores podem te ajudar!

Gostou? Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn

Outros artigos que podem te interessar

Inscricao Newsletter - HT Contábil Inteligência Digital

NEWSLETTER

Um espaço de empreendedores e network. Toda segunda com exclusividade em seu e-mail. Participe também!